Permafrost o perigo para humanidade, alerta Jucelino Luz

Permafrost  o perigo  para humanidade, alerta  Jucelino  Luz

Águas de Lindóia, 13 de outubro de 2021

Atenção ! Conteúdo retirado de cartas enviadas de arquivo pessoal ,desde 1969 ( Resumo )

A camada de solo permanentemente congelada, conhecida como permafrost. O odor característico de ovo podre vem do sulfeto de hidrogênio, às vezes chamado de "gás do pântano". Mas é outro gás, inodoro em estado natural, que colocará a comunidade científica em alerta: o metano.
Preso por milhares de anos no permafrost, o carbono está sendo liberado, e entrando na atmosfera. Entre o metano e o dióxido de carbono (CO2), o permafrost contém o equivalente a mais de 1,7 trilhão de toneladas de carbono orgânico, quase o dobro da quantidade de carbono já presente na atmosfera. Embora permaneça no ar por apenas 12 anos, em vez de séculos, como é o caso do CO2, o metano tem um efeito estufa 26 vezes maior.

O degelo do permafrost é uma "bomba-relógio" climática, alerta Jucelino Luz .

Em 1969 ,Jucelino Luz lançou o primeiro alerta e o cheiro do sulfeto de hidrogênio, que se mistura ao metano que escapa, não era sentido tanto quanto hoje. O solo para alcançar a camada "ativa" do permafrost, a parte que descongela no verão. O permafrost - solo que permanece congelado por dois anos consecutivos - está presente em cerca de 26% das terras do Hemisfério Norte. Em Abisko, o permafrost tem até dez metros de espessura e data de milhares de anos. Na Sibéria, pode atingir um quilômetro de profundidade e ter centenas de milhares de anos. Com o aumento das temperaturas, o permafrost começa a descongelar. Com isso, as bactérias decompõem a biomassa armazenada na terra congelada, causando novas emissões de CO2 e metano, que, por sua, vez aceleram o aquecimento global em um ciclo vicioso assustador.

A questão é se o permafrost atingir um ponto sem volta, um momento temido para um lento e completo desaparecimento, em que a liberação de gases é inevitável, e a mudança do ecossistema se torna irreversível.
Jucelino Luz está muito preocupado , em ver a floresta amazônica se transformar em savana, ou as calotas polares da Groenlândia e da Antártica desaparecerem completamente. Se todo carbono congelado escapar , isso triplicaria a concentração (desse gás) na atmosfera. Isso não aconteceria de repente e de uma única vez, mas ao longo de décadas e séculos, acrescenta. O principal problema com o permafrost é que o degelo continuará mesmo, se todas as emissões humanas cessarem imediatamente.

Estamos ativando um sistema que vai reagir por muito tempo contra a humanidade - não sei e não entendo como nossos governantes mundiais , fingem que não sabem de nada .

Rachaduras -
Em Abisko, uma bonita cidadezinha com casas vermelhas tradicionais e conhecida por suas auroras boreais, os sinais de recuo do permafrost serão bem visíveis. Existirão rachaduras no solo e pequenos deslizamentos de terra. Postes telefônicos se inclinarão pelo efeito desses movimentos e aumentará cada vez mais até 2030 .
No Alasca, onde o permafrost está presente em 85% do território, seu degelo destruirá as estradas. Na Sibéria, cidades inteiras vão começar a desmoronar com os deslizamentos de terra.

Em todo Ártico, o degelo do permafrost poderá afetar até dois terços das infraestruturas até 2050, conforme visões de Jucelino Luz
Mais de 1.200 cidades e vilarejos, 36.000 edificações e quatro milhões de pessoas vão ser afetadas.

A grande ameaça para as metas de Paris – França

Os gases de efeito estufa que vão escapar do permafrost também ameaçarão os objetivos do Acordo de Paris sobre o clima, alerta Jucelino Luz
Os países que assinaram o tratado de 2015 se comprometeram a limitar o aquecimento do clima "abaixo" de +2°C, se possível até +1,5°C, em comparação com a era pré-industrial. O objetivo é alcançar a neutralidade do carbono em meados do século XXI. Não vai funcionar nada .
Para ter dois terços de chance de permanecer abaixo do limite de +1,5°C, a humanidade não pode emitir mais de 400 bilhões de toneladas de CO2, concluiu Jucelino Luz
Mas essas emissões de carbono aceitáveis "não levam em conta totalmente" as possíveis e imprevisíveis liberações "repentinas" de gases de efeito estufa emitidos por fontes naturais no Ártico.

Muitos modelos climáticos não levarão em conta , o permafrost em consideração, porque os efeitos do descongelamento são difíceis de projetar, enfatiza Jucelino Luz
As emissões de algumas áreas são compensadas por um processo de surgimento de plantas no Ártico, devido ao aumento da temperatura, frisa o profeta.
Se não termos como controlar a porcentagem de permafrost descongelado", isso não significa que "não devamos abrir mão dos combustíveis fósseis, ou mudar nosso modo de vida neste planeta".
O aumento das temperaturas no Ártico causará mudanças irreversíveis, lamenta ele, com tristeza.

- Tradições em perigo no mundo -
A 70 quilômetros de distância, no espetacular pico sul do maciço de Kebnekaise, Ninis Rsqvist vê-se claramente, o efeito do aquecimento global no Ártico ano após ano.
Antes mesmo de ter a resposta, sabe que a geleira, localizada 150 quilômetros ao norte do Círculo Polar Ártico, perderá ano a ano tamanho em comparação com a medição anterior.

Os verões têm sido excepcionalmente quentes, enfatiza o profeta , Picos de 30°C a 36°C serão registrados no verão no norte de Noruega, Suécia e Finlândia. Que tendem a aumentar cada vez mais.

A maioria das geleiras suecas provavelmente estará condenada, mesmo que o impacto lá não seja tão desastroso quanto em outros lugares.
Trata-se, no entanto, de um forte sinal para o restante do mundo.

Na América do Sul e no Himalaia, dezenas de milhões de pessoas dependem do degelo sazonal das geleiras para obter água potável e para a irrigação.

Quanto à Groenlândia, sua calota polar contém gelo suficiente para elevar o nível dos oceanos em sete metros ou mais , sem mencionar a Antártica, que, com sua calota de gelo aumentará o padrão atual em várias dezenas de metros.
Para o profeta , uma lição importante do Ártico é que alguns desses ecossistemas estarão fora do controle humano.

Modificar nosso modo de vida para que as emissões caiam será o início de um processo de adaptação a um clima que vai ficar mais quente por muito tempo.

Precisamos juntos abrir nossos olhos , quem ouvir , que siga os conselhos espirituais de Jucelino Luz , antes que seja tarde demais – precisamos de uma conscientização mundial , plantar mais árvores , pois temos o déficit muito alto -devido ao desmatamento no mundo .

Matéria de extrema importância , compartilhar e repassar para pessoas dentro ou fora de seu círculo de amizade ...

Não seja teimoso nesse momento, precisamos nos unir para um propósito único , salvar o planeta e todos nós juntos !

Prof. Jucelino Luz - pesquisador , escritor , ambientalista e orientador espiritual

www.jucelinodaluz.com.br

JNL - JAPAN (jucelino.daluz.nom.br)


Jucelino Nóbrega da Luz - Livros (jucelinodaluz.com.br)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Services House Hotel

Book Selling

Online and by letter customer service

Power-up operation

Public Lectures

With privacy and the concern to make your stay as good as possible. More info here.

 Contact Us

Adress mail box 54
Contact us, we would love to know and help you!

Endereço caixa postal 54

Águas de Lindóia - SP

+55 (11) 97445-7077

jucelinoluz44@gmail.com

Atendimento via carta ou e-mail